VOCÊ SABE O QUE É TRADE MARKETING?

Trade Marketing são práticas planejadas e executadas pela indústria com o objetivo aumentar as vendas e otimizar a atuação dos canais de distribuição. O conceito varia porque o trade é o resultado de ações estratégicas que serão alinhadas de acordo com as necessidades da empresa. De modo geral, trade marketing é a integração entre os setores de marketing e vendas.

Além disso, tem como missão principal fazer com que a estratégia da empresa consiga ser implementada, levando em consideração quais são os canais de distribuição, quem são as pessoas que estão vendendo, quem vai comprar e quem vai consumir. É um árduo trabalho no sentido de disponibilizar, promover e criar valor para as marcas de produtos no momento de decisão, dentro do ponto de venda.

Ao elaborar sua estratégia é essencial traçar metas, pensar de forma estratégica para conseguir trabalhar nos canais de distribuição e criar um relacionamento com um shopper que está antenado às mudanças e ao que as marcas representam no contexto atual, por isso é importante analisar os dados sobre tudo o que acontece no PDV e assim organizar o ponto de partida sobre: preço, presença e shelf space.

 

ESTRATÉGIA B2B

Dentro do Trade existe um conjunto de estratégias B2B que desenvolve e melhora a relação das empresas com seus canais de vendas e, consequentemente, com os consumidores.

O objetivo principal é criar uma boa experiência de compra para os clientes no ponto de venda. Para isso, a equipe de trade marketing fortalece a relação entre a empresa e seus canais de distribuição.

 

OPERAÇÃO DE TRADE

Não é só o que acontece no PDV. Começa bem antes da execução e envolve trabalhos de análise, supervisão, coordenação e gerência. É o que chamamos de backoffice – a equipe por trás de todas as estratégias e ações de trade. Cinco principais cargos da área:

  • PROMOTOR(A): é a pessoa que faz a mágica acontecer no ponto de venda. É quem coloca em movimento tudo o que foi planejado nos bastidores. Os olhos e o coração da marca frente ao shopper.
  • SUPERVISOR(A): é o profissional que garante que as coisas estão, de fato, acontecendo no PDV. Tem experiência com negociações e campanhas, domina o guia de merchandising e é responsável por fazer a gestão dos promotores em campo.
  • ANALISTA: faz parte do time de backoffice e atua com base em dados concretos. O que quer dizer que estuda as informações colhidas no PDV com o intuito de otimizar processos e resultados.
  • COORDENADOR(A): ocupa posição mais estratégica, uma vez que é a pessoa responsável por identificar oportunidades e melhorar processos internos para o atingimento de metas.
  • GERENTE: faz um trabalho de gestão e acompanhamento de todas as ações desempenhadas pelo time. Tem relacionamento direto com outras áreas da organização, especialmente com os setores de marketing e comercial, para alinhar ações e expectativas em busca de melhores resultados.

 

TRADE VS. MERCHANDISING

Segundo ALVAREZ (2008), Trade Marketing “é a conquista do consumidor no ponto de venda garantindo que as estratégias de marketing sejam implantadas, orientando e apoiando as ações de vendas aos clientes.”

Já o conceito de Merchandising está diretamente relacionado ao conjunto de ações com foco na exposição e na rotatividade dos produtos – seja no ponto de venda ou fora dele. Ou seja, toda parte de exposição, disposição, material atrativo para o produto, é responsabilidade do Merchandising, com isso é possível notar que esta é uma ferramenta essencial para o Trade Marketing.

Devido a todos esses fatos, conseguimos concluir que Merchandising é um braço do Trade e são indispensáveis um para o outro, todos eles são essenciais para o sucesso das vendas de uma empresa.

 

Para saber mais, visite nosso site e descubra todos os serviços que oferecemos no mercado Trade.

Acesse: www.compart.com.br

WhatsApp