Ponto extra no PDV

O ponto extra é um local de destaque dentro do PDV, além do ponto natural do produto. Normalmente, o ponto extra fica em uma área nobre do PDV, em ilhas nos corredores centrais ou nas pontas de gôndola. O objetivo é atrair mais consumidores por meio de exposições diferenciadas.

-Como conseguir um ponto extra?

Existem dois caminhos para uma marca ter um ponto extra em um PDV: pagando por ele ou conquistando-o por relacionamento com o varejista. Na prática, geralmente a indústria negocia um espaço na loja e permanece ali por um tempo pré-determinado.

Mas não basta pagar pelo espaço, é preciso zelar por ele. Por isso, os promotores devem ter um capricho a mais na exposição do ponto extra, para chamar ainda mais a atenção do shopper. Isso sem falar na atenção no reabastecimento e no estoque, para que não falte a mercadoria. Quando permitido ou negociado, a utilização de materiais de merchandising, como banners e folhetos, que auxiliam na divulgação. Em algumas ocasiões, é aconselhável ter um demonstrador, para reforçar explicações de campanha ou oferecer degustação do produto.

Ruptura

Ruptura é falta de determinado produto na gôndola, gerada, entre outros motivos, pelo desalinhamento entre o giro  do produto e sua reposição  e|ou sell in, existem casos onde ocorrem falhas na atualização do estoque, devido a quebra de loja, o que ocasiona um estoque virtual.

-Como assim estoque virtual?

Estoque virtual é todo produto que não existe em loja, mas é acusado em estoque. A falha em sua atualização pode ocasionar problemas tanto para o consumidor final, quanto para o lojista e para a industria, como por exemplo: existindo estoque virtual o consumidor é prejudicado por não encontrar o produto desejado, o lojista por existir a possibilidade de perder uma venda e a industria por correr o risco do cliente optar por um concorrente.

O papel da Compart é colocar em campo profissionais atentos que sempre sinalizem sobre possíveis rupturas e também mantenha alinhado o estoque de loja, para que assim se mantenha maior controle e a melhoria das vendas.

Universidade Compart

Atualmente temos a tecnologia como um dos principais pilares de evolução, a Compart acredita que por trás de toda tecnologia existem pessoas, consideramos que inovação e tecnologia se completam com uma equipe de alta performance.

Com base neste fundamento, a Universidade Compart foi criada a partir da necessidade de aprimorar os conhecimentos de seus profissionais.

Visando ajudar a desenvolver melhor as habilidades de cada profissional, a Compart oferece treinamentos onde são abordados temas como: visual merschandising, o que abrange desde o posicionamento do produto em gondola até o positivamento dos materiais de PDV. Também é reforçado como o promotor deve se comunicar com o consumidor e uma preparação para ações promocionais que envolvam degustação e/ou distribuição de produto.

Capacitar pessoas permite uma constante evolução no desenvolvimento de aspectos comportamentais e técnicos, conseguindo assim atender nossos clientes com melhoria contínua e profissionais altamente qualificados.

Com a Universidade Compart e seu trabalho na melhoria da capacitação teremos melhores profissionais em campo tendo assim um melhor resultado no sell out.

Universidade compart visando a melhoria de seus promotores

Geralmente os treinamentos são realizados em conjunto, o cliente administra o conhecimento sobre o produto, a Compart por sua vez aborda a postura comportamental no PDV. Na sua maioria são realizados na Compart, mas existem casos no qual o cliente leva a equipe para dentro da empresa para realiza-lo.

Tais treinamentos são uma imersão da equipe em relação a produto, serviço, cliente/marca a serem representados e também aonde é contada sua história para que se tenha maior engajamento com a marca, seus diferencias, foco em campo, o porque o promotor faz toda a diferença no PDV e qual a melhor forma de executar o trabalho proposto.

Esses treinamentos são essenciais para evolução profissional dos colaboradores, motivação e para possiveis surpresas em campo, como por exemplo perguntas do consumidor.

Acreditamos que o profundo conhecimento absorvido nesses treinamentos trará melhores resultados, tanto para a marca como para o consumidor final.

E levando para o campo um profissional completo com a execução de um trabalho preciso.

Qualidade Compart

 

Texto: Ana Tamasia

A qualidade de um serviço é percebida de forma diferente da qualidade de um produto, sua principal característica de percepção se dá pelo relacionamento entre as pessoas que realizam e a que está recebendo o mesmo.

Na Compart a Qualidade sempre foi vista como uma premissa essencial para atendimento de seus clientes internos e externos, tendo como diferencial a certificação de qualidade, que não se trata de necessidade compulsória para a área de atuação.

A certificação evidencia o compromisso da Compart com a qualidade e a mentalidade de processos. Por não ser compulsória, nosso objetivo com o atendimento da ISO 9001 é melhorar os processos, desenvolver pessoas e crescer de forma sustentável.

Com sua revisão recente, a ISO 9001:2015 necessita de uma gestão alinhada à operação, controlando saídas não conformes, planejando ações de melhorias e gerenciando os riscos e oportunidades da empresa. Esta nova versão traz à liderança a oportunidade de conhecer seus desafios, pontos fortes e trabalha-los. Por isso, um sistema de gestão da qualidade é um diferencial na área de marketing promocional, ele agrega controle e credibilidade aos processos executados.

Por se tratar de uma área muito flexível e aberta a mudanças, a maioria das agências não conseguem enxergar um sistema da qualidade funcionando sem atrapalhar ou burocratizar um processo, no entanto, o objetivo do sistema deve ser encarado exatamente de maneira contrária a esse pensamento.

A ISO 9001:2015 é completamente aberta para que a empresa defina a melhor forma de criar e adequar seus controles. A resistência que existe ao fundo de pensamentos como esses é por vir em contramão à uma política comercial agressiva que busca atender projetos em grande quantidade, porém, sem monitoramento dos processos. Essa postura resulta em grandes vendas, mas em resultados falhos e projetos comprometidos por não haver controles destes resultados.

Quando há um envolvimento da gestão e os processos são bem estabelecidos e monitorados, o resultado é alcançado com precisão, garantindo a melhor experiência e relacionamento do cliente com o prestador de serviço.

Trabalhar com a qualidade como aliada é conhecer o negócio, estar em alinhamento com os objetivos organizacionais, é saber como buscar o resultado que deseja alcançar, prover os melhores caminhos para realizar o serviço, monitorar de forma eficiente, tomar ações para controlar os danos, melhorar as técnicas e atingir a melhoria continua que faz com que a qualidade seja sentida em todas as experiências do cliente com a empresa.

Promotora’s Day

A ideia do Promotora’s Day surgiu da necessidade de valorizar as profissionais que trabalham frequentemente conosco e passar a cada uma delas a importância do trabalho que elas desempenham, e o quanto são fundamentais para nós.

A partir disso, elaboramos um dia diferenciado, iniciamos com um almoço em parceria com um de nossos fornecedores e oferecemos também uma reciclagem com uma gerente e dois supervisores comerciais, abordando situações que ocorrem no dia a dia das ações e o que eles esperam das nossas profissionais em campo. Em seguida houve um treinamento de automaquiagem com a Diretora Independente Mary Kay, onde foram ensinadas técnicas de maquiagem para uma make clean, para ações realizadas durante o dia e uma make mais elaborada para ser usada durante a noite.

Ao final, foi passado um treinamento postural e comportamental para exaltar as melhores formas de se portar durante uma ação. Para deixar essa abordagem mais descontraída, contratamos a Drag Queen Dindry, que com seu charme e alegria, proporcionou um treinamento leve, dinâmico e divertido. Durante esse treinamento, foram sorteados brindes como: vouchers de restaurante, cinema, aula particular de auto maquiagem e um book fotográfico.

Este dia faz parte da Universidade Compart, sempre buscando a valorização de nossos colaboradores, oferecendo a melhor estrutura para que tenham o melhor desempenho no PDV.

Como mensurar o engajamento de ações de trade marketing?

Garantir que os produtos tenham visibilidade em uma loja e alcancem a meta de vendas demanda um excelente planejamento estratégico.

Para isso, existe o trade marketing: um conjunto de ações elaboradas para maximizar a posição do produto no mercado e, assim, conseguir atingir mais consumidores finais.

Felizmente, com as novidades tecnológicas e o planejamento bem estruturado, é possível mensurar o engajamento de ações de trade marketing.

O foco principal é sempre o cliente

O investimento no trade não pode ser baseado em suposições acerca da resposta do consumidor e do aumento das vendas. São necessárias táticas que forneçam dados que, mais tarde, serão analisados e dirão se as estratégias são eficientes.

Inicialmente, o estudo do público ideal é o primeiro passo para iniciar um projeto de visibilidade do produto. É necessário que ele tenha uma boa experiência com a jornada de compras para conseguir confiar em sua loja e escolhê-la em decisões futuras.

Para garantir isso, você pode fazer pesquisas de opinião online e presenciais em seu departamento. Com base nas respostas, faça as mudanças necessárias para a satisfação do seu cliente — seja oferecer os produtos em diferentes canais, fazer promoções semanais ou facilitar a compra final.

Além disso, é essencial garantir que os produtos procurados não faltem na loja. Imagina se eles te escolhem e você não consegue fornecer o estoque?

Key Performance Indicator (KPI)

O indicador-chave de desempenho, ou KPI, tem o objetivo de medir resultados de diferentes setores.

Por exemplo, em KPIs de mídias digitais, você pode escolher medir o tráfego da sua loja online, o número de usuários que assinaram sua newsletter, quantos clientes fizeram a decisão final por meio de promoções ou quantas pessoas abandonaram a compra.

Existem inúmeros indicadores: cabe à empresa decidir quais informações são mais relevantes para melhorar as estratégias de venda e quais são desnecessárias.

Em relação à experiência do consumidor, é importante priorizar métricas que revelem o engajamento de ações de trade marketing: os pontos de venda aumentaram a visibilidade do produto? Os seus clientes estão satisfeitos? O estoque faltou em algum momento? O retorno sobre o investimento está vantajoso?

Tudo isso dirá se a quantidade de estoque deve ser mantida, se o ambiente do abastecimento está ideal ou se o cliente está fidelizado, por exemplo.

Com os KPIs, é possível encontrar mais facilmente os erros em suas estratégias e investir seu dinheiro onde há mais retorno. Afinal, o que mede resultados de forma mais assertiva que números?

A inovação também tem seu lugar

De nada adianta medir resultados se as soluções para o aumento das vendas não são inovadoras. Os clientes precisam de novidades para manter o interesse na loja.

Uma estratégia essencial é o visual merchandising, ou seja, a organização do estabelecimento de forma criativa para elaborar campanhas em cima disso. É importante que seja útil e agradável para certificar uma experiência ideal de compra para o consumidor.

Além disso, é importante garantir que sua marca possibilite a experiência do cliente no digital.

Tenha um site de compras online que forneça entrega instantânea e permita a avaliação de satisfação dos clientes; otimize seu site para dispositivos móveis; faça promoções de compartilhamento em mídias sociais, como o Facebook e o Instagram.

Todas essas soluções podem facilitar a medição de resultados e o consequente aperfeiçoamento das suas estratégias. É importante saber diferenciar quais indicadores você deve priorizar para entender o engajamento de ações de trade marketing e, dessa forma, entender as informações essenciais para o sucesso do seu negócio.

Quer saber mais sobre estratégias de trade marketing? Leia nosso artigo sobre as melhores práticas para a indústria!

Como se destacar com ações de trade marketing?

As ações de trade marketing são, de longe, grandes aliadas do varejo e da indústria para a aquisição de clientes e aumento das vendas. Mas, se antes a única preocupação da indústria era somente vender seus produtos para o varejo, hoje esta realidade é bem diferente.

Isso porque o mercado está bastante competitivo e os clientes cada vez mais exigentes. Essa mudança pede que todas as partes estejam envolvidas no processo de vendas para que suas ações tenham destaque. E é sobre isso que falaremos no post de hoje. Confira!

Escolha bem seus canais de distribuição

Para que seu produto tenha sucesso de vendas, é preciso escolher bem os canais de distribuição. Não basta que ele seja bem localizado geograficamente e tenha uma boa estrutura. É preciso saber se seu público-alvo se concentra naquele local.

Se não, de nada vai adiantar que seu distribuidor crie ações de trade marketing e promoções para vender seus produtos.

Trabalhe em equipe com seu distribuidor

Para ter sucesso em campanhas de trade marketing, não basta escolher os melhores canais de distribuição — é fundamental fazer um trabalho em equipe. Afina, tanto sua empresa quanto seu distribuidor têm os mesmos objetivos: aumentar as vendas, garantir a satisfação dos clientes e aumentar seus lucros. Por isso, o trabalho em equipe é fundamental.

Assim, é importante procurar entender as necessidades do varejista, seus pontos fortes, pontos fracos e quais suas dificuldades em atrair e reter o cliente final. Dessa forma, as chances de sucesso são maiores e vocês garantem uma boa parceira em longo prazo.

Agregue valor aos seus produtos

Preço é uma coisa que as pessoas sempre buscam e muitos varejistas o utilizam como diferencial para atrair clientes e fechar negócios. Nesse caso, é importante desvincular esse fator da cabeça daquele empreendedor e fazer com que ele veja os benefícios de seu produto.

A partir do momento em que você consegue mostrar o valor do produto e seus benefícios para o varejista e para seu cliente final, terá mais facilidade na negociação, pois o fator preço não será decisivo para vocês fecharem negócio.

Acompanhe as ações de trade marketing de perto

As ações de trade marketing devem ser acompanhadas de perto — se não os resultados podem ser insatisfatórios. É importante fazer visitas periódicas aos canais de distribuição para saber como vão as vendas, o atendimento e a organização dos PDVs e materiais de divulgação.

Caso as vendas estejam abaixo do esperado, converse com seu distribuidor para entender o que está acontecendo e ajude-o a solucionar o problema. Se for preciso, acompanhe o trabalho dos promotores por algumas horas ou até mesmo por um dia inteiro para identificar possíveis falhas.

Crie campanhas de incentivo

As campanhas de incentivo são ótimas alidadas para alcançar bons resultados em ações de trade marketing. É essencial motivar a equipe de vendas e também o varejista — afinal, ele também está vendendo seu produto.

Portanto, ofereça premiação para os melhores distribuidores. Claro que é preciso analisar a força de vendas de cada canal de distribuição separadamente para estabelecer metas atingíveis. Caso contrário, o impacto nas ações de trade marketing podem ser negativos.

E aí? Como andam as ações de trade marketing de sua empresa? Se você precisa de ajuda e deseja saber mais informações sobre como melhorar suas estratégias, assine nossa newsletter e receba novidades em seu e-mail.

5 práticas de coletas de informações no PDV que você precisa adotar

O gerenciamento de ações de trade marketing envolve fatores que às vezes fogem ao nosso controle. Mas você sabia que a otimização da coleta de informações nos pontos de venda pode ajudar a tornar esse processo menos corrido e estressante?

Os gestores têm priorizado práticas que permitem agir mais rápido na resolução dos problemas envolvendo merchandising, controle de promotores e mensuração de resultados dessas ações.

A solução passa pela adoção de técnicas de coleta de informações no PDV, que devem ser levadas em consideração para garantir um retorno positivo sobre os seus investimentos.

A seguir, confira 5 dicas fundamentais que você precisa implementar o quanto antes na sua rotina de gerenciamento:

1. Monitore a concorrência

Na competição pela atenção do consumidor nos pontos de venda, é fundamental estar atento ao que o seu concorrente anda fazendo.

O monitoramento da concorrência ajuda a identificar falhas corriqueiras, como por exemplo, se o produto da concorrência está mais bem posicionado nas gôndolas ou se o preço que eles estão oferecendo é melhor que o seu.

Também auxilia a identificar os pontos fracos dos concorrentes, o que permite trabalhar em cima deles.

2. Converse com os seus promotores

Um grande erro do gestor é ligar apenas para dados quantitativos, coletados a partir de formulários.

Devido a isso, muitas vezes ele esquece da importância da atuação dos promotores de venda que, por terem contato direto com o cliente e com o dia a dia nos pontos de venda, podem ser uma fonte preciosa de informações. Afinal, um formulário ou um aplicativo de coleta de dados no PDV gera dados mais úteis se forem bem utilizados.

Métricas novas, sugestões e impressões dos clientes sobre uma ação também são informações que você pode conseguir com a sua equipe de promotores.

3. Personalize o seu controle de qualidade

Às vezes, o que serve para uma empresa não surte os mesmos resultados com você.

Com a correria característica do setor de trade marketing, frequentemente são utilizados relatórios de coletas de informações derivados de outras ações ou organizações.

Prefira adotar um controle especifico para as suas necessidades e que colabore com o desenvolvimento das suas ações.

4. Realize pesquisas sobre os hábitos do seu público-alvo

Após aplicar uma serie de ações e não obter o sucesso esperado, o problema pode não estar na sua ideia, mas sim nos hábitos do seu público nos pontos de venda.

Nesse sentido, combinar a análise do resultado do seu merchandising com uma pesquisa dos hábitos de consumo do seu público-alvo pode potencializar os seus investimentos e guiar os seus próximos passos.

O consumidor tem o costume de levar os filhos para as lojas? Utiliza muito o celular enquanto faz compras? Talvez a sua estratégia tenha mais efeito se for realizada levando em conta esse tipo de hábito.

5. Automatize o processo de coleta de informações no PDV

Enquanto você espera por formulários de coleta preenchidos pelos seus promotores para poder colocá-los em uma planilha do Excel, por exemplo, o seu concorrente pode estar recebendo dados em tempo real. Dessa forma, ele consegue gerir melhor o tempo e agir mais rapidamente em caso de necessidade.

Aplicativos mobile voltados para o trade marketing já são uma realidade no mercado. Através de tablets e smartphones, a equipe de promotores envia informações em tempo real para o gestor, o que melhora o tempo de resposta e elimina processos desnecessários.

Tem dúvidas ou deseja compartilhar a sua experiência sobre coleta de dados no PDV? Deixe o seu comentário aqui no post!

Como o mercado de beleza vem utilizando o trade marketing?

Atrair clientes já não é o suficiente para garantir uma venda: é preciso que o esforço de marketing seja maior e proporcione uma experiência única ao consumidor. Esse fato fica claro quando falamos do mercado de beleza.

Para se diferenciar em um setor que cresce cada vez mais, é fundamental investir em estratégias de trade marketing. Sim, o PDV (ponto de venda) ainda é o grande responsável por atrair consumidores. Logo, ele merece uma atenção especial por parte dos profissionais da área.

Quer saber quais as novidades do mercado para poder aplicá-las? Continue a leitura!

Tornar o mix de produtos adequado ao público local

Uma das principais ações para obter sucesso com as estratégias de trade marketing é tornar o mix de produtos adequado ao público local. Isso consiste em dispor os itens mais requisitados em determinada localidade.

É o que faz a rede da Embelleze. Segundo a gerente nacional de trade marketing da empresa, Fernanda Zangrando, a marca trabalha de forma diferenciada em cada canal, levando o mix de produtos que atenda às necessidades do público.

Ou seja, use o poder da regionalização para potencializar as vendas!

Investir em espaços inovadores

A experiência fica completa quando o PDV é trabalhado de maneira diferenciada, contemplando tanto as necessidades quanto os desejos do público. No mercado de beleza, diversas empresas têm buscado inovar para entregar algo de valor, encantando e interagindo com o consumidor.

Podemos pegar como exemplo a Wella. A empresa de beleza investiu em um mega salão de beleza em um dos seus PDVs na cidade de São Paulo. O foco era promover a experimentação de produtos, ensinando as mulheres como se produzir em casa com os produtos da marca — como se estivessem em um salão.

Capacitar profissionais

Para reforçar a experiência do PDV, contar com profissionais que promovam os produtos é essencial. Atualmente, muitas lojas de cosméticos investem no treinamento de seus funcionários para que eles atuem como promotores e possam orientar os clientes de maneira adequada.

Algumas marcas atualizam os profissionais sobre os lançamentos e os capacita para que eles façam experimentações no público. Isso é um grande diferencial quando a pessoa está em dúvida sobre a eficácia do produto e se a compra será de fato vantajosa.

Ações promocionais

As ações promocionais também podem (e devem!) ser desenvolvidas pelo trade marketing. Já pensou em uma ação de marketing de guerrilha próxima a um dos seus pontos de venda? Além de atrair atenção do público, você terá a chance de fazer algo diferente do habitual.

No entanto, apostar nas datas comemorativas é um grande trunfo para o mercado de beleza — como o dia das mães. Nessas datas, você pode oferecer tratamentos diferenciados no seu PDV, além de descontos, sorteios de brindes, etc.

Não se esqueça também de investir no design, em cores atrativas, materiais de divulgação (já pensou em um pequeno manual ensinando a fazer maquiagem, por exemplo?). Com certeza, o desenvolvimento do seu time de trade marketing será palpável.

Agora que você já conhece algumas ações inovadoras de marketing para o mercado de beleza, conte para nós: o que você achou do artigo? Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Deixe o seu comentário!

Entrevista com a gerente nacional de trade marketing-sell out da Embelleze – Fernanda Zangrando